Definições

Droga

Droga é toda e qualquer substância, natural ou sintética que, uma vez introduzida no organismo, modifica suas funções.​Segundo a classificação internacional de doenças, essas substâncias são: Álcool. Opióides (morfina, heroína, codeína entre outras substâncias sintéticas). Canabinóides (maconha, haxixe).
Sedativos ou hipnóticos (barbitúricos, benzodiazepínicos ). Cocaína. Anfetaminas (são substâncias sintéticas produzidas em laboratório). Alucinógenos (LSD, Ecstasy). Tabaco. Solventes (cola de sapateiro, lança-perfume e thinner).
As substâncias/drogas podem ser lícitas ou ilícitas. Conforme suas alterações que provocam no organismo, são classificadas como depressoras, estimulantes ou perturbadoras.

Adicção

A palavra adicto significa escravo de algo, no caso a adicção é tratada na forma compulsiva pelo uso de substâncias/drogas lícitas ou ilícitas.

Como a Dependência Química Nos Afeta?

Cárcere da dependência química / alcoólica atinge tanto o adicto (dependente) como os codependentes (pessoas de convívio do dependente).
A dependência química / alcoólica é uma doença crônica, espiritual, comportamental que afeta o lado biopsicossocial do ser humano/dependente. O dependente químico / alcoólico perde toda a sua história de vida perante esse processo de uso, torna-se um escravo fiel e seu único amo é: a compulsão deliberada pelas substâncias/drogas.
Por sua vez a família e a sua impotência com os picos da dependência química, pode tornar-se refém, por deixar de viver a sua vida, para viver em função da dependência/dependente.
Nesse estágio desenvolvem estresse, fadiga, raiva, briga, separação, acusação, medo, fracasso, desespero e ódio. Sintomas psíquicos mais preocupantes se dilaceram como os transtornos bipolares, borderline, esquizofrenia e suscetíveis outros.

Codependência

A codependência ocorre quando familiares ou pessoas próximas sofrem influência pela dependência química vivida pelo seu ente/dependente, fator que acarreta em desequilíbrio emocional e a distorção da realidade que a adicção causa ao dependente.
Além de causar o adiamento uma ação amorosa por meio da internação com sentimentos de culpa e remorso, sintomas depressivos e demais bipolaridades surgem.
​O dependente químico na progressão da doença, abusa do afeto familiar para obter recursos para continuar no uso das substâncias/drogas. Esse processo inicia-se a codependência por parte dos familiares, que adoecem com o dependente.

Dependência do Álcool

A dependência do álcool é definido como abuso das bebidas alcoólicas, ao ponto que este comportamento interfira com a vida pessoal, familiar, social ou profissional da pessoa e pode potencializar as doenças psíquicas (transtornos , câncer e cirrose) nas pessoas que tem predisposição genética e por fim a morte.